quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Gastronomia & Maconha - Chá inglês de maconha

Como muitos devem saber, o chá é a bebida mais consumida no mundo inteiro. Uns dizem que as origens do chá são da Ásia, como China antiga e Índia, já outros dizem que o chá como é conhecido hoje, foi concebido na Inglaterra. O que impota é que em toda a China e todo o Reino Unido, o chá é amplamente consumido, e em todo o mundo também.

Vamos ensinar uma receita diferente de chá, feito com a manteiga de maconha, o que pode parecer estranho, mas vamos dar um sabor a ele e a cremosidade vinda da manteiga.

Vamos precisar de:

1 xícara de chá
1 sachê de chá (sabor a sua escolha)
1 colher de chá de manteiga de maconha

Modo de preparo:

gastronomia e maconhaColoque a manteiga de maconha no fundo da xícara e coloque 200 ml de água para ferver. Depois de fervida, acrescente a água ao copo e juntamente coloque o sachê de chá. Deixe por cerca de 5 minutos para fazer a infusão por completa.

Retire o sachê e misture o chá com uma colher, para garantir que a manteiga tenha sido completamente dissolvida.

Se quiser tornar o chá verdadeiramente inglês, acrescente 50 ml de leite, pode parecer estranho no Brasil, mas no exterior essa é a forma mais comum de se beber o chá, e fica ainda mais cremoso e delicioso. Curta o chá, e boa viagem!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Como secar rapidamente sua colheita de cannabis

cultivo de cannabisPara aqueles que não podem esperar duas semanas e precisam de um método rápido para secar as plantas de maconha, vamos dar umas dicas preciosas. Você deve escolher os métodos mais adequados à região em que você mora, dependendo do nível de umidade relativa do ar local.

Primeiramente, você deve pendurá-las de cabeça para baixo em um quarto escuro. Se tem um quarto inteiro disponível, pode-se pendurar um varal de uma parece a outra e pendurar as plantas nele.

Se não tem um quarto inteiro, uma coisa que você pode fazer é usar uma caixa grande de papelão, e isso deixa a secagem ainda mais rápida, pois o material absorve a umidade que sai das plantas em menor espaço de tempo.

Aumentar a temperatura do local para cerca de 32º Celsius, se possível, usando aquecedores ou sopradores de ar quente, 

Um fator primordial para quem quer secar rapidamente os buds, é manter a área muito ventilada, apontando um ventilador diretamente para as plantas penduradas no varal ou na caixa (fazendo furos na caixa). Para economia de energia, pode-se colocar o ventilador ligado a um temporizador, fazendo-o ligar de 15 em 15 minutos, por 5 minutos a cada vez, por exemplo.

Em determinadas regiões do Brasil, como no centro-oeste, no período de seca do meio do ano, onde a umidade relativa do ar chega a níveis abaixo dos 10%, fazendo qualquer um desses métodos, as plantas secam muito rápido, em média 2 dias apenas. Mas para quem quer secar mais lentamente e homogeneamente, isso torna as coisas mais difíceis, pois deve-se fazer uma operação contrária, para aumentar a umidade e manter as plantas secando lentamente.

domingo, 14 de setembro de 2014

Vídeo sobre maconha - Fantástico fala sobre a maconha medicinal em Israel


Em 2009 o programa de televisão Fantástico resolveu mostrar uma matéria relativamente "favorável" à maconha medicinal. O estranho é que depois disso, até os dias atuais, o programa e outros companheiros de emissora resolveram pegar pesado no combate à erva, mas agora que a discussão está crescendo no Brasil, parece que estão começando a rever os conceitos também. Vamos relembrar essa matéria legal de 2009 e torcer por dias melhores de agora em diante.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Líderes mundiais incentivam governos a legalizarem as drogas no mundo

líderes mundiaisUm grupo proeminente de líderes mundiais, liderada pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, junto com os ex-presidentes do México, Brasil, Colômbia e outros países, assim como o ex-secretário de Estado americano George Shultz e o magnata Richard Branson, estão incentivando os governos ao redor do mundo a legalizarem a maconha e outras drogas. Isto é absolutamente fantástico.

"Com a votação tendo mostrado o apoio da maioria dos eleitores já é algo consistente para a legalização da maconha nos EUA há vários anos, tem sido claro que esta é uma questão dominante neste país. Agora, este grupo de líderes mundiais não só colocam a legalização da maconha sobre a mesa para a consideração séria no cenário mundial, mas foram ainda mais longe ao sugerir que o fim da proibição de outras drogas deva ser considerado como uma forma de melhor proteger a saúde pública e segurança . A esperança agora é que essas recomendações com visão de futuro de tantos ex-chefes respeitados do Estado vai incentivar os funcionários atuais para modernizar as políticas de suas nações. "

A guerra contra as drogas fracassou. Quem defende o contrário claramente não compreende a história. É hora de todos os governos tomarem uma nova abordagem para a maconha, e todas as drogas para essa matéria. Abaixo está o comunicado de imprensa da declaração histórica de terça-feira: 

O evento foi transmitido ao vivo e incluiu o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso, o ex-presidente mexicano Ernesto Zedillo, ex-presidente colombiano César Gaviria, ex-presidente da Suíça Ruth Dreifuss, dono da gravadora Virgin, Richard Branson e outros. 

Os comissários, então, reuniram-se com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon e do Secretário-Geral Adjunto da ONU, Jan Eliasson no período da tarde após a conferência de imprensa. 

O relatório reflete a evolução do pensamento dos membros da Comissão, que reiteram suas demandas para a descriminalização, alternativas ao encarceramento, e maior ênfase em abordagens de saúde pública e agora também pedem que permitam a regulação legal de substâncias psicoativas. A Comissão é o grupo mais distinto de líderes de alto nível já reunídos para essas mudanças de longo alcance. 

Em 2011, o relatório inicial da Comissão inovou tanto o avanço e globalizaram o debate sobre a proibição das drogas e suas alternativas. Dizendo que o momento havia chegado para "quebrar o tabu", condenaram a guerra às drogas como um fracasso e recomendou grandes reformas do regime global de proibição das drogas. 

Estes desenvolvimentos instigaram o processo que resultou na próxima Sessão Especial da Assembléia das Nações Unidas (UNGASS) sobre Drogas de 2016, que vai apresentar a oportunidade de lançar as bases de um novo regime de controle de drogas. Considerando que a reunião anterior UNGASS, em 1998, foi dominada por chamadas de retórica para um "mundo livre de drogas" e concluiu com metas irrealistas sobre a produção de drogas ilícitas, a Comissão Mundial espera que a próxima reunião em 2016 irá considerar as suas recomendações e ser usado como um espaço para reformular a política de drogas ao longo dos princípios dos direitos humanos, saúde pública e evidência científica, e permitindo que os Estados membros tomem o controle. 

"Os fatos falam por si. É hora de mudar de rumo ", disse Kofi Annan, presidente da Fundação de Kofi Annan e organizador da Comissão África Ocidental sobre Drogas (presidido pelo ex-presidente Olusegun Obasanjo, da Nigéria), que apresentaram amplas recomendações para a reforma da política de drogas mais cedo este ano. "Precisamos de políticas de drogas através de provas de que realmente funcionam, em vez de políticas que criminalizam o uso de drogas, enquanto não fornecem o acesso à prevenção ou tratamento eficaz. Isso tem levado não só à prisões superlotadas, mas também para a saúde grave e problemas sociais. "

"Em última análise, o regime de controle de drogas global deve ser reformado para permitir a regulação legal", disse o ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso. "Vamos começar por tratar a dependência de drogas como uma questão de saúde - e não como um crime - e pela redução da demanda de drogas através de iniciativas educacionais comprovadas. Mas vamos também permitir e encorajar os países a testar cuidadosamente os modelos de regulação legal responsável como um meio para minar o poder do crime organizado, que prospera em tráfico ilícito de drogas. "

O grupo faz sete principais recomendações, que podem ser resumidas da seguinte forma: 

- Coloque a saúde e a segurança da comunidade pela primeira vez através de uma reorientação fundamental de prioridades e recursos da política, da execução punitiva não conseguiu saúde comprovada e intervenções sociais. 
- Assegurar o acesso equitativo a medicamentos essenciais, em especial os medicamentos à base de opiáceos para a dor. 
- Pare de criminalizar as pessoas por uso de drogas e posse das mesmas - e parar de impor "tratamento compulsório" em pessoas cujo único crime é o uso de drogas ou posse. 
- Confie em alternativas ao encarceramento para não-violentos, participantes de nível baixo nos mercados de drogas ilícitas, como agricultores, correios e outros envolvidos na produção, transporte e venda de drogas ilícitas. 
- Concentre-se em reduzir o poder das organizações criminosas, bem como a violência e a insegurança que resultam da sua competição com tanto um do outro e do Estado. 
- Permitir e estimular diversas experiências em mercados legalmente regulados de drogas atualmente ilícitas, começando com, mas não se limitando à cannabis, folha de coca e de certas substâncias psicoativas novas. 
-Tomar Vantagem da oportunidade apresentada pelo próximo UNGASS em 2016 para reformar o regime de política de drogas global.

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Gastronomia & Maconha - Pirulitos de maconha

Todos sabem que há diversas formas para a pessoa conseguir o chamado "barato" da maconha, você pode optar pelas formas tragáveis, como o baseado ou a vaporização, ou por formas mais discretas, como a ingestão.

Sem dúvida uma das formas mais divertidas e discretas, é ficar chapado consumindo guloseimas, como esses pirulito de maconha que iremos ensinar a receita agora.


Você vai precisar de:


30 - 60 ml de Tintura de maconha (glicerina) 
2 xícaras de açúcar 
Corante de alimento (Escolha sua cor favorita) 
Aromatizante (Escolha seu sabor favorito) 
1 xícara de água 
1 Taça de xarope de milho 
Formas para doces (Você não tem que fazer somente pirulitos!) 
Palitos de pirulito (Se você escolher os pirulitos) 

comer maconhaLeve o açúcar, xarope e água e misture-os em uma panela. Deixe em fogo médio e mexa juntos até que os ingredientes se dissolvam. A mistura deve começar a ferver depois de um tempo. Certifique-se de que todos os seus ingredientes foram bem misturados! Após a mistura começa a ferver, adicionar lentamente o corante e aroma à panela. A sua mistura deve ser aquecida até cerca de 300 graus. Esta parte é um pouco complicada, porque você tem que adicionar a tintura de maconha muito rapidamente. A velocidade é necessária, nesta parte do processo, porque o líquido solidifica, logo que ele começa a arrefecer. Uma vez que você rapidamente agitar com a tintura, despeje o líquido nos moldes e deixe-os esfriarem. 

Uma vez solidificado, agora você tem pirulitos medicinais impressionantes que você pode levar onde quer que vá! Lembre-se, a quantidade de tintura nesta receita pode ser mudada, mas você deve sempre observar que comer maconha causa efeitos nas pessoas de uma forma diferente do que fumar, realmente muito mais forte! Certifique-se de não exagerar.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Mais de 20 empresas licitam para abastecer mercado de maconha no Uruguai

fumar maconhaUruguai, sob a liderança do presidente José Mujica, foi o primeiro país a legalizar a maconha para uso adulto, balançando-se no debate global de reforma da lei de maconha. Moradores já estão permitidos a cultivar a sua própria cannabis, enquanto as vendas regulamentadas provavelmente começarão em 2015, mais de 20 empresas se candidataram para ser fornecedores do mercado de cannabis futuro do Uruguai.

Um total de 22 empresas apresentaram propostas para o fornecimento de maconha, após uma lei que torna o Uruguai o primeiro país a legalizar a produção, venda e distribuição da droga a nível nacional.

Oito delas são uruguaias, 10 são estrangeiras e o restante são "aventureiros", disse o recém-criado Instituto de Regulação e Controle de Cannabis. 

Seu produto será vendido em farmácias sob a lei inovadora aprovada em dezembro. 

O mundo estará assistindo ao Uruguai para ver como tudo isso se desenrola. Vendas de maconha reguladas estão ocorrendo no Colorado e em Washington, nos Estados Unidos. No entanto, o Uruguai será muito diferente, já que este é um sistema nacional tributado e regulado. Se for bem-sucedido no Uruguai, em muitos outros países, sem dúvida, seguirão o exemplo e legalizarão e regulamentarão as vendas de maconha em seus próprios países. Naturalmente, os países vão avançar para uma política que cria empregos, gera receita e prioriza recursos de aplicação da lei. Esperemos que, Uruguai supere todas as expectativas e a próxima grande indústria possa ser adotada em todo o mundo.