segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Promotor de MS defende plebiscito sobre descriminalização da maconha

O promotor da Vara de Infância e Juventude de Campo Grande e presidente do Conselho Estadual Antidrogas, Sérgio Harfouche, defendeu nesta segunda-feira (22), em audiência pública sobre o combate ao crack, na Assembleia Legislativa do estado, a realização de um plebiscito sobre a questão da descriminalização da maconha.

No sábado, durante a marcha contra as drogas na cidade, ele ressaltou que o primeiro passo para prevenir o uso de drogas é o trabalho da família, que teria de dar o 'bom exemplo' e ensinar princípios para crianças e adolescentes.

Já o juiz federal Odilon de Oliveira defendeu durante a audiência que todo o dinheiro do tráfico de drogas e do crime organizado seja revertido em benefícios para a população. “Toda estrutura de esporte, recreação, profissionalização e setores especializados em drogas devem ser feitos com dinheiro da bandidagem e não do povo”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário