quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Aprenda como fazer um clone de maneira simples

A Maconha é uma espécie de planta que possui macho e fêmea. Sabemos que os machos produzem uma quantidade de resina insignificante, porém, quando eles crescem, polinizam as fêmeas. As garotinhas, uma vez polinizadas, mudam todo o seu metabolismo, desviando da produção de resina e de inflorescência em sementes.

Por isso, como muitos já sabem, não devemos deixar que as nossas fêmeas sejam polinizadas, para que estas continuem produzindo a resina até a data certa da colheita. Deste tipo de raciocínio, que surgiu a expressão de cultivo sinsemilla, ou seja, sem semente, proporcionando uma maconha forte e cheirosa.

Para growers iniciantes, que não quiseram investir em sementes feminizadas, é importante que se identifique o mais rápido possível a presença de machos, evitando assim este incomodo processo descrito acima. Lembre-se, que se suas sementes forem do tipos regulares, a probabilidade de nascer macho ou fêmea são iguais, com 50% de chance de cada uma.

Durante o período de floração é que você vai identificar suas plantas mães, que servirão de matéria prima, sempre que você precisar de novas mudas de Cannabis. É importante, que se observe bem e escolha uma planta saudável, com um melhor nível de desenvolvimento. Dique atento ao fato, de que a nova planta vai ter as mesmas características da planta mãe, justamente por isso, chamado de “clone”.

Para começar de fato o processo de clone, corte com um alicate de unha ou uma tesoura bem afiada, logo abaixo do entrenó do ramo de sua preferência. Após feito isso, raspe com uma gilete, com bastante cuidado para não danificar o clone, a base, produzindo algumas escarificações, suficiente apenas para estimular a produção celular naquele local.

Depois de feito os pequenos cortes, se utilize de um gel selador de sua preferência, e aplique sobre as pequenas rachaduras. O gel selador neste caso, serve como um elemento que estimula a cicatrização e o enraizamento da nova muda de Maconha.

Feito isso, você pode se utilizar de esponja fenólica ou jiffs, para colocar a sua nova plantinha, até que o processo de enraizamento esteja concluído. Tome nota, que os clones precisam de muita umidade, para que eles não transpirem muito e percam água. Portanto, pode se dizer que a condição ideal de umidade para clones gira em torno de 80% a 95%.

Para se utilizar deste método de clones, uma apenas uma luz fluorescente em cima deles já é o suficiente para que eles comecem a se enraizar.

5 comentários:

  1. Respostas
    1. Só na água a muda acaba apodrecendo.... Coloca-se na água durante o processo pra que ela ão perca umidade, mas depois deve-se ou oxigenar essa água de alguma forma, ou transplantá-la para um substrato.

      Excluir
  2. da uma forca ai os mais esperientes se depois de ta toda florida pode tirar CLOENES todos os galhos estão com muitos pelos brancos e crecendo cada vez mais e muita folha com resina como ela ta bem pequena e só com 2 meses, ta assim mesmo estando no indo caracteristica de uma semente q consegui com um gringo brode q conhece me deu e cometou que ela era assin dois meses fechado ta linda na verdad ela e muito forte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, alguns dizem que sim e outros que não... Dizem que clones com 21 dias de flora são um "shortcut" para se ter clones com florecimento mais rápido.
      Vale lembrar que clones mantem não somente as características genéticas, mas a idade biológica tbm. Mas aqui; se vc tem onde fazer esse experimento, não custa nada tentar.

      Excluir
  3. Penso ter plantado clones, mas eles com 3 semanas parece que começaram a florir....q faço?

    ResponderExcluir