quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ativistas reagem à ofensiva do governo federal dos EUA


A guerra aos dispensários de Maconha Medicinal nos Estados Unidos se torna cada vez mais eminente. Em um comunicado, ativistas que não concordam com os parâmetros usado pelo governo Barack Obama, além dos proprietários dos estabelecimentos que vendem Maconha Medicinal, já se manifestaram resistentes à ofensiva do governo federal.

Está ofensiva, segundo os ativistas, já eram esperadas e não é nenhuma novidade. No governo Bush, esta estratégia sórdida já tinha sido utilizada, porém sem muito sucesso na época. Agora, deste que Obama se tornou presidente dos Estados Unidos às investidas tem sido mais frequentes. Do ano passado para este ano, o governo norte americano mesmo com os cortes financeiros devido à crise, aumentou o dinheiro e a repressão a usuários de drogas.

“Agora que a guerra veio, não estamos surpresos e nossa equipe de campanha está pronta, disposta e capaz de executar nossos planos para regular a maconha, assim como o vinho, para a votação de 2012. Enquanto isso, a maioria dos nossos colegas ativistas estão em estado de choque pois se sentem completamente traído por Obama. Contudo, todos concordam em uma coisa: isso é sério, sem precedentes é uma batalha que não podemos dar ao luxo de perder”. Disseram os ativistas californianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário