sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Governador da Califórnia veta projeto que permitiria produção de cânhamo

O governador da Califórnia, Jerry Brown, vetou um projeto de lei que iria permitir que agricultores de 4 municípios centrais do estado cultivassem cânhamo, no intuito de fabricar peças e derivados do que conhecemos como cânhamo industrial. Porém, Brown salientou que apesar de ter vetado o projeto de lei – alegando que o projeto poderia render aos produtores uma acusação federal – é contra a proibição federal a agricultura e o uso do cânhamo para os inúmeros fins industriais.

Patrocinado pelo senador Mark Leno, de São Francisco, o projeto de lei teria permitido teria permitido que os agricultores pudessem cultivar cânhamo industrial para a venda legal de sementes de cânhamo, óleo e de fibra para as industrias. O projeto especifica que o cânhamo deve conter menos de 0,3% de THC, o principal ingrediente psicoativo da cannabis, e os agricultores terão de apresentar suas culturas para testes antes de ir ao mercado.

"A lei federal estabelece claramente que todas as plantas de cannabis, incluindo o cânhamo industrial, são a maconha, que é uma substância controlada pelo governo federal regulamentada", disse Brown em sua mensagem de veto. Contudo ele disse também que: "Embora eu não vá assinar esta medida, eu apoio uma mudança na lei federal", continuou Brown. “Os produtos feitos de cânhamo - roupas, alimentos e produtos de banho - são vendidos legalmente na Califórnia, todos os dias. É um completo absurdo que o cânhamo seja importado para o Estado, mas os nossos agricultores não possam cultivá-lo.” Finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário