terça-feira, 25 de outubro de 2011

Governo britânico ainda é resistente à ideia da não criminalização do usuário

A ACMD é uma junta de especialistas criada para analisar em cunho social o uso de drogas no Reino Unido, além de aconselhar o governo a adotar políticas criativas quanto ao abuso de drogas por jovens entre outros usuários. Uma dos conselhos da ACMD foi em relação a descriminalização do posse de drogas. No entanto, como já se esperava em um país conservador como a Inglaterra, o conselho não foi bem recebido; na verdade, ele foi ignorado.

A ACMD no ano passado, também já tinha chamado a atenção do atual governo quanto aos malefícios da criminalização das drogas, afirmando e apresentando aos governantes soluções mais eficazes no tratamento de usuários, como por exemplo, ao invés de pessoas serem processada pelo sistema normal, sendo tratadas como criminosas, seriam colocadas em cursos sobre educação sobre drogas e de sensibilização.

Este mês, novamente, a ACMD reiterou o seu desejo de os países de Reino Unido caminharem junto para uma política de não criminalização dos usuários,- principalmente de drogas leves, como a maconha-, contudo, a ideia criou mal estar entre alguns setores do Reino Unido, que reagiu mal a esta ideia.

Como sabemos, apear de ideias liberais, a Inglaterra entre outros países do Reino Unido, ainda adotam uma política repressora e desnecessária, que cria um derrame de dinheiro público no setor de segurança pública, contudo além de não resolver a situação, ainda desperdiça uma grana alta, que poderia ser investidos em outros bens coletivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário