segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Deficiência deFósforo (P) nas plantas? Aprenda aqui como tratá-los

Segunda-feira, como de costume, é dia do post em que nós falamos sobre as deficiências de nutrientes e que podem acarretara em sérios problemas para a suas plantinhas e consequentemente na qualidade da maconha. Na inauguração desta seção, falamos sobre a carência de potássio, posteriormente falamos sobre o nitrogênio, agora, vamos falar também de outro macronutriente, de suma importância para o desenvolvimento saudável da planta, que é o fósforo (P).

Em termos técnicos, o Fósforo tem a importante função no metabolismo das plantas, principalmente quando falamos da Cannabis, pois com este elemento, a planta consegue transferir energia.

O fósforo da fitina presente nas sementes é visto como um fósforo de reserva. Durante a germinação, o fósforo da fitina é mobilizado e convertido em outras formas de fosfato, necessárias para o metabolismo das plantas jovens (MENGEL & KIRKBY, 1987).

O fosfato nucléico está presente no núcleo das células, os açúcares fosfatados dominam no citoplasma, fosfolipídios dominam nos cloroplastos e fosfatos inorgânicos dominam no vacúolos (BIELESKI & FERGUSON, 1983). O fosfato vacuolar é considerado como uma reserva, suprindo o citoplasma com fosfato quando necessário. Dessa forma, o nível de fosfato no citoplasma é mantido na ordem de 5 a 6 mM . Baixas concentrações de fosfato inorgânico reduzem o crescimento, e numa concentração de 0,3 mM ou menos, o crescimento é completamente inibido (REBEILLE et al., 1984). O fosfato inorgânico no citoplasma tem uma função regulatória, por influenciar a atividade de várias enzimas, como por exemplo, a fosfofrutoquinase. A concentração de fosfatos inorgânicos nos cloroplastos e mitocondria é comparativamente alta e da ordem de 10 mM (BIELESKI & FERGUSON, 1983).

Quando a Cannabis apresenta carência do elemento fosforo, terá seu crescimento muito comprometido, isso, por causa da importante função que o elemento que é de transferência de energia. As folhas da Cannabis logo denotam a carência do elemento, pois as suas folhas ficam com uma pigmentação verde escuro, mudando gradativamente para a cor púrpura.

Para sanar o problema, o grower tem a opção de deixar o PH do solo, onde a Cannabis está sendo cultivada, ficar em torno de 5.5 a 6.5,durante alguns dias, para que assim facilite a absorção de fósforo da planta. Para uma deficiência ainda maior por falta de fósforo, você pode até aplicar um fertilizante com maiores doses do elemento, contudo carência de fosforo no próprio solo é muito difícil. Talvez na maioria dos casos, o problema esteja mesmo em relação ao PH, que se tiver desregulado, acaba não facilitando a absorção do fosforo pelas plantas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário