segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

A proibição afeta a tanto quem usa quanto quem discrimina

Nascidos em meio a incessante politica de guerra às drogas, muitas pessoas não conhecem a verdade ou simplesmente a ignoram, pois assim foram ensinadas. Parecem insignificantes as milhares de vidas levadas pelo tráfico. A seguir, irei explicar como a repressão às drogas afeta tanto o usuário quando aquele que o discrimina.

‘’Combater fogo com fogo só aumenta o incêndio. ‘’

O tráfico, hoje, é a atividade ilegal mais lucrativa do planeta, o que garante aos traficantes um incrível poder bélico, além de influência política e social que são usados para gerar mais lucro, mais armas e mais viciados todos os dias. Combater violência com violência não é o caminho para um país mais seguro, como temos visto há 40 anos, onde o consumo e a variedade de drogas aumentaram muito.

Discriminar o usuário faz com que ele, primeiramente, se isole e depois se envolva com viciados que sofrem do mesmo problema. Com baixa autoestima, cercados pelo tráfico e sem apoio familiar, o usuário, agora, tem grandes chances de se tornar um viciado, pois, encontrará na droga um refugio para seus problemas.

‘’Ignorar o problema não te faz aprova de balas.’’

Não usar drogas não impede ninguém de sofrer com a violência que a proibição causa.

Simplesmente fingir que nada esta acontecendo só cria mais espaço para a violência crescer, pois, se continuarmos investindo milhões em repressão, como temos feito há décadas, a situação não mudará.


Texto escrito por Missionários da Erva

Um comentário:

  1. Essa foto da matéria é deprimente, velho... Me reflete os robôs plantados diante de uma TV ou em um bar se entupindo de veneno(cachaça). Agora, por meio de imagens, querendo fazer a cabeça de gerações e gerações para financiar a ignorância proibicionista.

    ResponderExcluir