terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Washington estuda pedido para maconha medicinal ser usada em pacientes com transtorno obsessivo compulsivo


Os ataques aos dispensários de Maconha Medicinal, liderado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, parecem a cada dia perder força. Ao contrário disso, a Maconha Medicinal segue firme na batalha contra o preconceito das pessoas. O Estado de Washington, que tem amplamente sua população favorável à maconha medicinal, está analisando um pedido, para que a maconha medicinal seja usadas em pessoas com déficit de atenção e transtorno obsessivo compulsivo.

Três outras petições, para a depressão e outros distúrbios de saúde mental, anteriores a esta, foram negadas. Maconha medicinal tem sido legal no estado de Washington desde 1998, mesmo com as divergências da atual legislação.

A lei permite que os pacientes com terminal ou condições debilitantes para o uso da maconha. o câncer, HIV, esclerose múltipla, glaucoma e "dor intratável." Também inclui anorexia, como uma doença que resulta em náuseas, vômitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário