quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A guerra mexicana apoiada pelos EUA


O México, assim como a Colômbia, sofre rotineiramente com as guerras do narcotráfico. Os cartéis cada vez mais se armam e quem sofre mais são justamente a população civil, que fica de mãos atadas diante desta guerra. Atualmente, contabilizam-se que cerca de 50.000 pessoas foram mortas nos últimos 5 anos, no confronto deliberado como guerra às substâncias entorpecentes, como a maconha, cocaína, heroína, lsd, ecxtasy, entre outros.

Apesar de oficialmente o governo mexicano divulgar um número ligeiramente baixo, a verdade é que o números de mortos, qualquer que seja é inaceitável. O México ainda sim se apoia nos Estados Unidos para realizar a sua política de combate às drogas. No entanto, o que se vê é uma avalanche de violência pelos pontos de venda e de distribuição das drogas.

Infelizmente, a resposta mexicana ainda continua sendo através dos militares. Ainda sim acreditam que a guerra seja a melhor solução. Talvez ainda não consigam ver que independente dos seus esforços, estão alimentando uma guerra sem fim e  na verdade, não estão conseguindo diminuir a oferta, que cresce juntamente com a demanda.

O equívoco da guerra às drogas vem causando – principalmente nas famílias de baixa renda – danos irreversíveis, uma vez que paulatinamente o tráfico acaba sendo a alternativa de renda para suprir a miséria.

O pior é que quanto mais os EUA fazem aliança com países em nome da Guerra às drogas, os cartéis de maneira alguma perdem a sua força e nem mostram algum sinal de enfraquecimento. Ao contrário disso, cada vez se tornam mais fortes e expandem os seus negócios para países de toda a América, como é o caso da Guatemala, que ao contrário do México e dos EUA, pretende descriminalizar as drogas, como tática de combate ao abuso e ao tráfico de entorpecentes.

A tática de guerra às drogas só funciona para os Estados Unidos, já que ele é o maior produtor de armas. A questão é histórica, basta observar que em momentos de crise na terra do Tio Sam, normalmente em seguida eles desencadeiam uma guerra, afinal isso realmente alavanca a economia estadunidense. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário