segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Sativex poderá ser comercializada em breve nos EUA


Depois de testes realizados na Austrália para sua comercialização, o Sativex em breve poderá chegar às prateleiras das farmácias dos Estados Unidos. A empresa GW Pharma está em um estágio avançado de testes clínicos para fármacos contendo a partir da maconha e não de sintéticos que se equivalem ao THC, que seria usado no tratamento oncológico.

A empresa se diz otimista para receber a aprovação do governo até o final do próximo ano, podendo assim ser comercializado nas farmácias. Estes testes e pesquisas vieram após um quarto de século, depois que a Food and Drugs Administration (FDA) aprovou a primeira prescrição médica com base no principal principio ativo da maconha.

O Sativex contém dois melhores componentes da maconha- delta 9-THC e canabidiol - e já foi aprovado no Canadá, Nova Zelândia e oito países europeus, sendo receitado para aliviar os espasmos musculares associados com a esclerose múltipla.

Aprovação da FDA representaria um marco importante no relacionamento dos Estados Unidos, muitas vezes desconfortável com a maconha, que  em 16 estados e Washington DC já permitem que as pessoas usem legalmente através de receitas com o seu médico.

No Reino Unido por exemplo, a posse de maconha ainda é ilegal, contudo, há cerca de uma década atrás, o fundador da GW Pharma, Dr. Geoffey Guy, recebeu permissão para cultivar e desenvolver o remédio, que conhecemos como Sativex.

Médicos e pacientes com esclerose múltipla estão cautelosamente otimistas quanto ao Sativex. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário