quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Galinha come pé de maconha do vizinho


Uma mulher de 31 anos, que adora criar galinhas, no bairro Vigilato Pereira, em Uberlândia, se viu envolvida em uma ocorrência policial por causa da sua criação. É que, cansadas de comer milho, elas foram ciscar no quintal alheio e acabaram comendo alguns pés de maconha do vizinho, que é primo da dona das galinhas.

O primo ficou irritado e ameaçou a mulher. De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz é usuário de drogas e tem antecedentes criminais. O caso foi registrado pela Polícia Militar. O jovem tem 19 anos e, segundo a PM, ameaçou a mulher. “Ele é usuário e os pintinhos foram lá no quintal e comeram tudo”, disse a mulher.

O rapaz foi conduzido à delegacia e foi liberado depois de assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), quando o autor assina um termo de compromisso de comparecimento em juízo. É feito para crimes com menor relevância, que tenham a pena máxima de até 2 anos de reclusão ou multa.
A dona das galinhas informou no fim da tarde desta terça-feira (7), que as penosas e os pintinhos não passaram mal com a planta exótica que degustaram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário