domingo, 5 de fevereiro de 2012

O lucro gerado por um dispensário de maconha medicinal não pode ser esquecido


Todos sabem que a proibição da maconha gera um negócio de bilhões, para aqueles que atuam nos cartéis. Em alguns lugares, como na Califórnia, o governo resolveu tentar e tratar o problema de uma outra forma, além de garantir que os pacientes medicinais da maconha, pudessem comprar o seu medicamento de uma forma segura e sem ter que recorrer ao mercado negro. Contudo, você já parou pra pensar o quanto os dispensários de Maconha Medicinal geram receita, por exemplo, como uma cidade igual a de São Francisco?

Curt Fuchs, economista sênior, calcula que no primeiro trimestre do ano passado, os dispensários de maconha de São Francisco venderam em torno de 410 mil dólares , o que representaria 1 % da fatia do bolo, se analisado as vendas de todo o ano. Calcula-se que em um ano, os dispensários chegam a vender 41 milhões de dólares em maconha, o que equivale aproximadamente a uma compra de 50 dólares para cada usuário.

Fuchs esclarece que este dinheiro  foi advindo de 26 farmácias que pagam os seus impostos, que somam 125 milhões de dólares pagos em impostos. Além disso, as receitas tendem a aumentar, só não o fizeram, pois desde outubro do ano passado, o governo Barack Obama vem forçando o fechamento de alguns dispensários de Maconha.

A verdade é que os californianos sabem que a maconha medicinal é uma excelente fonte de renda para o estado, já que estima-se que o mercado canábico da Califórnia gera 1,9 bilhão de dólares ao ano e que caso os dispensários se tornem ilegais, este dinheiro com toda certeza irá para o tráfico de drogas, que já lucra absurdamente com a proibição das drogas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário