terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ONU diz que 80% da maconha consumida no Brasil é advinda do Paraguai


Os gastos do governo brasileiro com a repressão a maconha são enormes, mas parece não surtir efeito, pois cada vez mais cresce a demanda da erva e a oferta. A repressão na verdade é um derramamento equivocado de dinheiro público. Segundo um relatório da ONU, 80% da maconha utilizada no Brasil é advinda do Paraguai e ainda não se teve uma diminuição da entrada da droga pelas fronteiras do Brasil.

Segundo informações da ONU, o Brasil destruiu pelo menos 2,8 milhões de plantas de cannabis, incluindo mudas, e apreendeu mais de 155 toneladas de Maconha no ano passado. Os números podem ser ainda maiores, uma vez que o governo federal não forneceu o relatório estatístico anual em tempo hábil para a análise.

O Paraguai é o maior produtor de maconha na América do Sul, responsável por praticamente a metade do total produzido da região. Em 2010, diz a ONU, o país acabou com mais de mil hectares de plantações ilegais e confiscou mais de 130 toneladas da droga – 45 toneladas a mais do que no ano anterior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário