segunda-feira, 16 de abril de 2012

95 pés de maconha são encontrados em uma estufa, no ES


Noventa e cinco pés de maconha foram encontrados sendo cultivados em uma chácara neste domingo (15), em Anchieta, no Sul do Estado do Espírito Santo. O suspeito de ser o dono da droga é Welliton Rodrigues de Lima, que fugiu assim que a polícia chegou ao local para averiguação de uma denúncia sobre uma plantação de maconha.

O suspeito deixou para trás a mãe e a esposa, Samanta Andréia D’ambrisio, que é argentina e foi detida em flagrante. Na chácara, as plantas estavam em vários estágios, o que é normal para quem quer de vez se auto-sustentar e não financiar o tráfico de drogas.

A plantação foi encontrada em uma chácara e o que mais chamou a atenção segundo os policiais é que a droga era cultivada em estufa, de forma profissional. Em cada tomada das estufas existia um temporizador, indicando quanto tempo as mudas de maconha deveriam permanecer sobre a exposição de luz, o que sinceramente, não chega a ser coisa de outro mundo para quem cultiva maconha de forma indoor.

Além da droga, a polícia apreendeu pacotes de fertilizantes e de chá, que eram usados para misturar com a droga. A mãe do suspeito, Marlene Rodrigues Soares, diz que sabia que o filho plantava e usava maconhas, mas se surpreendeu com a quantidade.

No depoimento da nora, Marlene foi acusada de também fazer uso da droga junto com o filho. Ela afirma que a plantação servia apenas para consumo próprio. “Meu filho não vendia a droga. Ele e minha nora são usuários e plantavam a maconha para o próprio consumo”, declarou.

A mulher do suspeito preferiu não falar com a imprensa. Ela foi autuada por tráfico e associação ao tráfico de drogas. A polícia continua a procura de Welliton, contudo, esta história como todas que envolvem maconha continua muito mal contada. Até quando vão recriminar uma simples plantinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário