sábado, 21 de abril de 2012

Empresa lança bebida com sementes de maconha


A destilaria Alaska lançou nesta semana no mercado americano um novo produto que leva sementes de maconha na composição. Chamada de Purgatory (Purgatório, em inglês), a vodka é a primeira do tipo nos Estados Unidos - bebidas à base de maconha também são vendidas na Europa.

A companhia espera que o produto seja um sucesso de vendas em 18 Estados americanos. "Para competir na indústria de bebidas alcoólicas atualmente, é preciso ser inovador, apresentar novos produtos e ter imaginação", afirmou Bella Coley, diretora da destilaria. Segundo ela, as sementes são importadas do Canadá.

Segundo a destilaria, outras bebidas que levam maconha na composição apenas adicionam as sementes aos destilado, enquanto a Purgatory leva a planta no processo de destilação. No entanto, a empresa afirma que todo o THC - substância responsável pelos efeitos da maconha - é retirado no processo, ficando apenas o gosto da planta.

Uma amostra de cada lote da bebida tem que ser enviado ao órgão regulador americano para garantir que não há rastros de THC no produto. Variações de vodka com sabores já representam cerca de 20% das vendas da bebida nos Estados Unidos, mostrando que este segmento tem muito poder econômico, sendo muito das vezes repreendido, pelo fato da repressão sem motivos à Cannabis.

Um comentário:

  1. Fumo maconha e nao penso em parar, me deixa bem, custa pouco, encontro facilmente um traficante em cada esquina e me vende mesmo se sou menor de idade. Ai tem o traficante que mata policiais para continuar com se negocio, a policia prende ou mata traficante para defender a sociedade inclusive eu “usuario”, mais morre tambem os inocente que estao no meio do fogo cruzado. Muito bom, vcs nao acham? Para q DESCRIMINALIZAR? Maconha nunca matou usuario nenhum no mundo por seu uso, porem morre os traficas, os policiais, e os inocentes, incrivelmentes sao justo eles q sao a favor dessa guerra contra as drogas. Nao quer descriminalizar, tudo bem, nao planto minha erva para meu consumo proprio, porque hoje isso ainda pode ser considerado um reato grave, muito melhor continuar comprando do traficante, que o risco para min usuario é bem menor.

    ResponderExcluir