terça-feira, 24 de abril de 2012

Os benefícios comprovados da Maconha não podem ser escondidos


A Maconha é uma das mais antigas plantas usadas pelo homem, sendo que seus medicamentos foram reverenciados e usados ​​por todos, como reis, rainhas, imperadores, camponeses e mulheres por milhares de anos. Para chamar a Cannabis de"nocivo" é simplesmente não compreender a história e a ciência.

Fumar maconha não é mais cancerígena que fumar tabaco. Em 2007, pesquisadores de Harvard publicaram um estudo que mostra  que oTHC, o ingrediente ativo da maconha, reduz o crescimento do tumor no câncer de pulmão em 50 por cento. Em 2012, pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Francisco descobriram que fumantes de maconha moderados não são mais propensos a ter câncer de pulmão do que não-fumantes, totalmente ao contrário da perspectiva dos fumantes de tabaco.

Além disso, a proibição da Maconha é muito mais prejudicial para a sociedade do que a sua regulamentação, pois com a proibição desta substância e consequentemente  a guerra contra ela, sofrem também pessoas que não se utilizam da substância, pois a chamada “guerra às drogas” influencia toda a sociedade e não só os usuários. Por exemplo, os tiros que são dados entre gangues rivais ou pela polícia, em disputas de pontos de tráfico, podem acertar, como já acertaram em muitas ocasiões, pessoas de bem , trabalhadoras, e que simplesmente não tem nada a ver com esta guerra e claro, também não se utilizam da Cannabis.
É justamente a proibição, que faz com que as pessoas, mesmo crianças e adolescentes tenham acesso mais fácil à Cannabis, fazendo com que a falta de informação sobre o tema,desperte uma curiosidade pela 

Maconha, sendo que a substância, paralelamente a esta curiosidade, é encontrada em qualquer esquina. A diferença crucial nesta situação é não envolver o jovem no ciclo da criminalidade e sim, lhe dar informações sérias e cabíveis sobre a maconha, diferentemente do que faz hoje, a polícia militar, polícia civil, polícia federal, Judiciário Brasileiro, proibicionistas e bobos da corte, ultrafanáticos, feito estes defensores do Daime. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário