sábado, 18 de agosto de 2012

Colorado discute os lucros da legalização da Maconha


A legalização da maconha é um tema que é cada vez mais crescente nas sociedades modernas. Depois de anos de guerra, é tempo de começarmos a pensar em maneiras mais eficazes para encaramos o uso da maconha, tão comum nas sociedades antigas e modernas.

Uma fenômeno interessante que ocorre quando se legaliza o mercado da maconha medicinal, é a grande arrecadação de dinheiro que passa a ir para os cofres públicos, como receita a ser utilizada para bens comuns da sociedade, ao invés de ir fortalecer as redes criminosas do narcotráfico, que entre outras atividades ilícitas, conseguem boa parte de seu sustento através de vendas de drogas.

O estado do Colorado, que está em processo de transição para aprovar uma lei em que se possa existir um programa de maconha medicinal, divulgou um relatório, no qual aponta que num primeiro instante seriam economizados cerca de 12 milhões de dólares, justamente advindos de todo o aparato do sistema penal, como prisões, juízes, advogados, que são usados para acusar os cidadãos ou pacientes que são flagrados com pequenas quantidades de maconha para uso pessoal recreativo ou terapêutico. Em um segundo momento, a economia iria chegar a 40 milhões de dólares.

A proposta do Colorado é audaciosa e parecida com a iniciativa 502 de Washington, que pretende regulamentar o mercado da maconha assim como o das bebidas alcoólicas, como o vinho, por exemplo.

Segundo prevê o relatório, um imposto sobre atacadistas de maconha, iria gerar uma receita para o estado de cerca de 24 milhões de dólares. Dinheiro, que pode ser perfeitamente empregado em construções de novas escolas.

Em Washington, o último relatório afirma que as cifras poderia chegar a 1,9 bilhão de dólares nos primeiros 5 anos de uma possível regulamentação do mercado da maconha.

"Geração de milhões de dólares, criando novos empregos e beneficiando nossas escolas não são as únicas razões para apoiar a regulamentar a maconha como o álcool: Também irá melhorar a segurança pública através da remoção de maconha do mercado negro, que está atualmente a dirigir todos os lucros para os cartéis de drogas e outras empresas criminosas ", acrescentou  Betty Aldworth, do movimento para regularizar a maconha como o álcool (Campaing regulate Marijuana like a alcohol).

Nenhum comentário:

Postar um comentário