quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Canabinoides, os compostos da maconha


Existem mais de 480 componentes naturais encontrados nas plantas de Cannabis. Destes, 66 são classificados como canabinóides, que também são produzidos naturalmente no sistema nervoso e imunitário dos animais.

Uma definição ampla de canabinóides é grupo de substâncias que são estruturalmente parecidas com o tetrahidrocannabinol (THC), ou que se combinam com receptores de canabinóides, presente em animais.
Atualmente, se conhecem três origens de canabinóides: os fitocanabinóides* (produzidos nas plantas), os canabinóides endógenos* (produzidos naturalmente em seres humanos e outros animais), e os canabinóides sintéticos* (produzidos em laboratório).
Os canabinóides são divididos em subclasses:
-  cannabigerol (CBG)
-  cannabichromenes (CBC)
-  cannabidiol (CBD)
-  tetrahidrocannabinol (THC)
-  cannabinol (CBN) e cannabinodiol (CBDL)
-  e outros como cannabiciclol (CBL), cannabielsoin (CBE), cannabitriol (CBT) e outras variações.


Os canabinóides afetam os usuários interagindo com receptores específicos localizados em diferentes áreas do sistema nervoso central. Foram descobertos dois receptores de canabinóides, chamados de CB1 e CB2, que junto com as substâncias que se combinam com eles, são denominados Sistema Canabinóide Endógeno*.
O efeito dos canabinóides depende da área do cérebro com a qual eles interagem. Essas interações tendem a ocorrer no sistema límbico (parte do cérebro responsável pela memória, cognição e capacidade psico-motora), na via mesolímbica (região associada a sentimento de satisfação**) e amplamente distribuída pelas áreas de percepção de dor.
O sistema canabinóide endógeno ainda é assunto de muitas pesquisas, cujo foco é o uso medicinal.

Tabela Uso Recreacional
A maior diferença entre os canabinóides é o quão psicoativos eles são. As classes de CBG, CBC e CBD são menos psicoativos. Já o THC, CBN, CBDL são mais psicoativos.
O CBD provavelmente é o canabinóide mais abundante, representando até 40% da resina da cannabis. O CBD diminui os efeitos psicoativos do THC, reduzindo a potência da planta.
O THC, quando exposto ao ar, oxida e forma o CBN, que assim como o CBD, reduz seus efeitos psicoativos. Então deixar a erva exposta ao ar, gradativamente reduz sua potência.
Tabela Uso Medicinal








*tradução livre
** “feelings of reward”, satisfação, gratificação

-por Ariadne Hamamoto



referências:

Nenhum comentário:

Postar um comentário