quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A arte da degustação



Qual o significado da palavra degustar? No meu ponto de vista, é: Fazer o uso de algo, de forma a usufruir dos aromas e sabores ali contidos, buscando primeiro o prazer do gosto, e tendo como consequência a recompensa.

E quando digo isso me refiro inclusive à maconha, sei que ainda pode parecer uma ideia utópica, pois não se vê ainda muitas atitudes como essa, afinal, a maioria das pessoas que fumam um baseado apenas querem fumar para sentir os afeitos psicotrópicos da droga.

Pessoalmente enxergo as coisas de outra forma, eu realmente aprecio a arte da degustação, e o efeito cerebral levo apenas como consequência, uma recompensa depois de todos os prazeres que senti anteriormente ao degustar uma boa erva. Já fumei por muito tempo apenas para entorpecer, mas percebi que quando comecei a degustar de verdade, mais sentidos relacionados à maconha me apareceram. E digo degustar mesmo, como se faz com um vinho, uma vez que temos muito mais variedades de maconha do que de uvas, devíamos aproveitar isso, e como se faz com o vinho, dar cursos de como degustar e criar organizações competentes para ampliar a ideia, que logo viraria cultura, assim como a bebida.

O primeiro passo que faço, é enrolar o cigarro com verdadeiro apreço, tomar os devidos cuidados e não apertar de qualquer forma, para se fumar de qualquer jeito, deve ser apertado de forma a se puxar a fumaça com facilidade e conforto, uma vez que forçar demais os músculos da face para puxar o fumo, causa dores de cabeça posteriores. E além desse fato, a qualidade da erva a ser degustada, tem que ter o prestígio para isso, sendo de boa procedência, uma flor de Cannabis revela riquezas imensuráveis de sabor e aroma, além do efeito ser melhor do que a prensada, esta não sendo possível de uma degustação.

Quando já se tem o cigarro enrolado, e tudo pronto, também não custa escolher um lugar ideal e uma companhia à altura da degustação. Fumar em local onde se possa ter certo conforto e tranquilidade, como em casa, e não escondido em becos ou em locais onde se possa ser repreendido. E assim, fuma-lo com calma, e dando tempo entre as tragadas, abrindo assim a mente para uma vasta gama de sentidos que ali serão apresentados.

Quem nunca fez essa experiência vale a pena tentar, realmente curtir ali a erva que é fumada diariamente por todo o mundo, e muitas vezes sendo banalizada, de forma injusta. Dessa forma começamos a criar uma cultura diferente em relação à maconha, dando à ela um valor que muitos nem imaginam que existe. E assim quando começarmos a poder comprar maconha em lojas especializadas, que nos proporcionarão mais qualidade, poderemos já estar introduzidos nessa cultura nova e interessantíssima.

Um comentário:

  1. Cara, sempre digo isso aos meus amigos que fumam cmg, temos que apreciar, nao é um cigarro normal, nao é só mato em um papel. Tem toda uma cultura, toda uma arte por trás de um baseado bonito, bem bolado.
    Tem muito o que se apreciar.

    ResponderExcluir