sábado, 29 de dezembro de 2012

Relativo uso medicinal da maconha


O uso da maconha em forma de fumo, sendo literalmente tragada, está registrado há pelo menos dez mil anos, na china antiga, seu uso era feito de forma festiva e recreativa principalmente. Mas isso é o que dizem os registros, ou seja, se há dez mil anos já usavam de forma festiva, devem ter aprendido isso com ancestrais ainda mais antigos. Juntamente desse uso recreacional já se usava também de forma medicinal, em emplastros, tinturas e chás, usados para diversas finalidades, como ferimentos, dores do parto e outras formas de debilitações que sofriam na época.

Mas quando falamos de uso medicinal, temos que ter noção que os estudos com a maconha ainda são muito limitados em todo o mundo. E quando falamos em remédio, nós temos medidas corretas de cada analgésico, diurético ou anti inflamatório que temos que tomar, sejam 200 mg, ou 500 mg, porém com a maconha ainda não é assim, normalmente quem diz o quanto precisa é o próprio paciente, em países onde seu uso medicinal seja permitido. Felizmente não temos complicações quanto a isso, pelo fato da Cannabis ser natural e não causar over doses, e além disso, nesses países ela pode ser comprada em locais que garantem a qualidade da procedência da erva, com análises laboratoriais e microscópicas, afim de não permitir que flores com fungos ou insetos cheguem aos pacientes.

Uma vez que, esses pacientes já estejam debilitados, inclusive por doenças degenerativas, poderia ser fatal o consumo de mofo em flores de baixa qualidade por essas pessoas, mas ainda assim o ideal seria uma verdadeira regulamentação médica, com estudos abertos e profundos, que pudessem dizer quantos miligramas de maconha o paciente precisa para curar uma náusea, e quantos miligramas para abrir o apetite por exemplo.

Enquanto a regulamentação e a legalização não chega em grande parte do mundo, os pacientes que se acham aptos ao consumo da santa erva continuam se medicando, e o único conselho que dou sempre é: Use sempre erva de qualidade! Não financiando o tráfico, comprando coisa ruim e misturada, você e os outros irão fazer a legalização, como? Plantando em seu próprio quintal. Imagina se iam prender todos os maconheiros se todos plantassem, claro que não, não há espaço e lógica para isso.


Então porque você não entra agora no semente de maconha e escolhe uma variedade medicinal bem legal e começa a cultivar? 2013, ano novo, vida nova, erva nova! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário