quarta-feira, 10 de abril de 2013

Atriz diz que tentou tratamento para insônia com maconha


A maconha medicinal é bastante difundida em países como a Holanda, Canadá, nos EUA e também em Israel. Normalmente, depois dos pacientes tentarem de tudo na medicina convencional costumam tentar o tratamento de alguma doença ou enfermidade, utilizando-se as propriedades terapêuticas da maconha.

Em entrevista concedida ao talk-show Jimmy Kimmel Live!, exibida na noite de segunda-feira (9) no canal norte-americano ABC, a atriz canadense Rachel McAdams comentou sobre suas diversas tentativas para tentar se livrar da insônia, que a tem acompanhado por toda a vida. E, quando constatou que médicos não conseguiram lhe dar uma solução, o jeito foi apelar para os cidadãos comuns, com suas técnicas não tão ortodoxas - mas muitas vezes mais eficazes - de relaxamento.

Rachel afirmou que, certo dia, esteve em uma loja de conveniência na cidade de Montreal, no Estado de Quebec, onde um funcionário lhe deu a dica: fumar maconha poderia ajudá-la a dormir. Ela, então, decidiu arriscar. "Eu peguei um pouquinho em uma colherinha bem pequena, escovei meus dentes e, quando fui deitar na cama, pensei, 'minha cabeça? O que está acontecendo?'", contou a atriz aos risos.

"Eu não estava tendo pensamentos normais para seres humanos. Estava alucinando! E depois comecei a ouvir ópera ao longo de cinco horas, com um cara cantando na minha cabeça. Estava enlouquecendo!"

Apesar de não ser legalizada, a maconha no Canadá é bastante disseminada. O país chegou a fazer um referendo em 2008 com o objetivo de liberá-la por lei, no entanto, apesar de metade de sua população assumir já ter fumado a erva, o projeto não foi aprovado. Seu uso, no entanto, é descriminalizado e, assim como ocorre em alguns Estados dos EUA, a maconha medicinal tem sua comercialização permitida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário