segunda-feira, 15 de abril de 2013

Maionese de maconha ganha espaço na Holanda


A Holanda tem várias atrações para que a sua viagem aqui seja uma das mais divertidas e inesquecíveis da sua vida. De zoológicos (como Blijdorp, GaiaPark, Dolfinarium Safaripark Beekse Bergen e Apenheul) a parques de diversões (como Madurodam, Neeltje Jans, Duinrell e o famoso Efteling). Há também ampla estrutura para esportes aquáticos, praças históricas, mercados agitados e, é claro, o famoso Distrito da Luz Vermelha e os coffeeshops.

Na primavera, Do final de março até a segunda semana de maio, as flores dos campos de bulbos florescem. Obviamente, o período exato depende do tempo. Geralmente o melhor período é a segunda metade de abril.

No final de março começa a estação do croco. Os narcisos e primeiras tulipas pequenas vêm em seguida, a partir do início de abril. A partir de meados de abril, os narcisos e jacintos florescem. Por fim, de meados de abril até a primeira semana de maio, as tulipas exibem suas cores gloriosas.

Além disso, a Holanda é conhecida em todo mundo por sua visão liberal sobre alguns tipos de drogas. O país descriminalizou a maconha e permite o uso controlado da "erva". Agora, uma rede de lanchonetes local resolveu inovar no cardápio e oferece uma maionese com sabor de maconha, segundo as informações desta matéria publicada no jornal norte-americano New York Daily.

Segundo Albert van Beek, o dono da cadeia de lanchonetes, a ideia surgiu por causa do cheiro da maconha vindo do coffee shop do outro lado da rua do restaurante. Por isso, o empresário resolveu criar uma maionese com o mesmo gosto da maconha para acompanhar o peixe com fritas servido por seu estabelecimento.

De acordo com van Beek, ele sempre tenta inovar nos molhos e queria algo diferente para substituir o ketchup e o vinagre nos pratos do restaurante Mannekken Pis. Mas calma, a maionese não tem tetrahidrocarbinol, o princípio ativo da maconha. Ou seja, a maionese holandesa não "dá barato". Você provaria? Eu, sim!

Um comentário: