terça-feira, 11 de junho de 2013

Clubes de Cannabis são a solução, não o problema


cannabisClubes de Cannabis por toda a França, tomaram para si o risco, e se registraram junto às autoridades como Organizações sem Fins Lucrativos. O ativista que liderou esse movimento polêmico e corajoso, diz que os clubes de Cannabis devem ser vistos como parte da solução para o problema das drogas.

Farid Ghehioueche é um ativista francês proeminente para a legalização da Cannabis, e está no comitê de direção da ENCOD, a Coligação Europeia para Justiça Eficaz da Política de Drogas.

Ele justificou ao jornal local, que o movimento arriscado de criar os clubes, e registra-los junto à justiça como entidades sem fins lucrativos, é para mostrar a vontade do povo, que tem seus direitos de consumir o que querem com liberdade, e dessa forma, criando impacto e polêmica, a voz pela legalização da maconha na França, possa ser ouvida mais fortemente.

"Estamos conscientes de que a maconha pode afetar o cotidiano dos seus usuários de muitas maneiras diferentes, e a maioria dos ativistas simplesmente quer melhorar a qualidade de vida da sociedade francesa."

Bem como os benefícios para a saúde que oCannabis pode trazer para as pessoas com certas doenças, estamos determinados a enfrentar a violência e a criminalidade em torno tráfico de drogas em certas comunidades.
consumo de

"Eu fui um dos membros fundadores do movimento dos Clubes de Cannabis, que se baseia na ideia de que, se um usuário cultiva sua própria erva, e a usa em círculos privados e pequenos, ele está automaticamente coibindo e prevenindo o tráfico de drogas.

Quanto mais pessoas na França ouvirem e entenderem esse modelo, mais ele ganha força e apoio com uma melhor abordagem para o problema.


Nenhum comentário:

Postar um comentário