quinta-feira, 4 de julho de 2013

Estudo revela que o maconheiro é normalmente uma pessoa mais educada


maconha e educaçãoEstudo revelou que no fator educação, um em cada quatro adultos que fumam maconha regularmente, estão entre aquelas pessoas com mais educação na sociedade.

Um estudo sobre o uso da droga na ilha da Irlanda revelou que o consumo tinha aumentado de 22% em 2007 para 25% em 2011.

Professora Catherine Comiskey, presidente do Comitê Consultivo Nacional sobre Drogas e Álcool, que realizou o estudo sobre a prevalência de drogas, disse que a maconha continua a ser a droga ilícita mais consumida no país.

"A pesquisa indica que na população em geral, as pessoas são bastante tolerantes com o uso de maconha para fins medicinais, mas nem tanto para outros usos", disse a Prof Comiskey.

Ela disse que enquanto a longevidade do uso da droga aumentou, por outro lado agora é usada com menos frequência do que antes.

O relatório considera o uso de maconha pelas pessoas ao longo da vida, contando do primeiro ano de uso dos pesquisados até o dia da pesquisa.

Ela também olhou para a idade das pessoas na primeira utilização, métodos de tomar a droga e como ela é obtida.

Seis por cento dos entrevistados disseram ter usado a droga no último ano, de 3% no mês passado, e a proporção de todos os adultos que relatam a maior freqüência de uso - de 20 dias ou mais no mês - caiu de 24% para 14%.

Homens com idade entre 15 e 24 anos foram mais de duas vezes mais propensos que as mulheres a usar maconha no último ano.

As taxas de prevalência foram mais elevadas entre os homens e adultos jovens - com idade entre 15 e 34 anos.

Enquanto o número de homens que usam a droga tinha aumentado a partir de 2007, as taxas entre as mulheres permaneceu relativamente estável.

O resultado da pesquisa - intitulada Uso de Drogas na Irlanda e de Pesquisa de Prevalência de Drogas na Irlanda do Norte 2010/2011: Resultados da Cannabis - também revelou que o consumo de maconha é mais comum entre aqueles com mais educação.

As taxas foram maiores entre as pessoas que ainda estavam estudando com idade superior a 20 anos, e menores entre aqueles que abandonaram o ensino antes da idade de 15 anos.

Uma preferência pela Cannabis em resina (Haxixe) ao invés da Cannabis herbácea (flores) também foi identificada.

O Ministro da Saúde irlandês, Alex White disse que o levantamento - o terceiro de uma série de sete boletins que surgem a partir de dados coletados em 2010 e 2011 - era a melhor medida da situação da maconha, tanto na República da Irlanda quanto na Irlanda do Norte.

4 comentários: