terça-feira, 30 de julho de 2013

Plantando maconha - Blue Velvet


um tesouro das plantas de maconha - Blue Velvet Hoje vamos falar de um verdadeiro tesouro das plantas de maconha, a Blue Velvet (veludo azul) da empresa Dutch Passion.

Essa planta é considerada um tesouro, pois ela fez muito sucesso no início da década de 1990, porém simplesmente havia desaparecido. Isso ocorreu pelo fato de que naquela época ainda não tinham bancos de sementes como hoje em dia, com um vasto estoque guardado em cofres de todas suas cepas de maconha criadas até hoje.

Porém com muito esforço e dedicação a Dutch Passion conseguiu reviver aquela que é chamada de irmã da Blueberry.

A história dessa cepa de maconha é muito interessante, pois para ser criada, antes tiveram que criar um pai para ela, garantindo assim sua exclusividade genética, e vamos explicar isso. O pai da Blue Velvet é o resultado de uma cruza entre uma sativa mexicana dourada de Oaxaca, com uma cuidadosamente selecionada Chocolate Thai, formando uma Purple Thai, e esse pai foi o fornecedor dos gametas que fecundaram uma indica afegã, formando a clássica e esquecida Blue Velvet, que agora, depois de muitos anos, a Dutch Passion seguiu passo a passo, junto ao criador original de 1990, para ter em mão e finalmente registrada a cepa de maconha Blue Velvet.

Se cultivada em região fria, ela atingirá sua tonalidade de cores azuis e roxas com maior força. Seu efeito é rápido como um raio, e é sentido após a primeira ou segunda tragada. No seu nome tem veludo, provavelmente porque esse é o efeito que se sente quando se fuma, uma onda bem macia e aveludada que envolve todo seu corpo em uma experiência muito relaxante. Por esse motivo é muito aconselhada como maconha para uso medicinal contra estresse e ansiedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário