terça-feira, 1 de outubro de 2013

Cannabis pode tratar doença celíaca

Bolos ou biscoitos de maconhaUm estudo publicado pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA, no início deste ano, constatou que a maconha pode tratar a doença celíaca, ativando receptores de canabinoides naturais do corpo. Para quem não sabe, a doença celíaca é uma doença auto-imune do intestino delgado, que faz com que algumas pessoas não possam ingerir o glúten, que está contido em produtos à base da farinha de trigo, como bolos e biscoitos por exemplo. Essas pessoas são geneticamente predispostas a ter a doença.

O estudo, que foi conduzido por pesquisadores do Departamento de Ciências Biomédicas da Universidade de Teramo, na Itália, com o objetivo de "investigar a expressão de receptores de canabinoides [CBR] em níveis de transcrição e tradução na mucosa duodenal de pacientes celíacos não tratados, os pacientes celíacos em uma dieta livre de glúten por pelo menos 12 meses e indivíduos controle. Também biópsias de pacientes tratados com gliadina foram investigados. "

Os pesquisadores descobriram que, ". Em conclusão, nós demonstramos um aumento da regulação do CB1 [receptor canabinóide 1] e CB2 [receptor canabinóide 2] expressão de proteínas, que aponta para o potencial terapêutico de atingir CBR em pacientes com doença celíaca"

Este que foi o primeiro estudo publicado a respeito, pode ser lido na íntegra, original em ingês, clicando aqui.

Um comentário: