segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Senado de Roma abre comissão para descriminalizar cultivo de Cannabis

descriminalização da maconhaO Comitê Judiciário do Senado em Roma aprovou uma emenda a uma lei maior que visa descriminalizar o cultivo de cannabis na Itália, deixando de ser um crime, mas sim um direito civil de cada cidadão, relata a fonte de notícias italiana Agenzia Nazionale Stampa Associata.

Sob a lei atual de Roma, o cultivo de qualquer quantidade de cannabis, por qualquer motivo (mesmo para fins industriais ou médicos aprovados), carrega consigo um potencial sentença de um ano de prisão. Esta nova alteração, que foi aprovada com muito menos oposição do que o esperado, eliminaria a possibilidade de prisão por esses crimes.

A proposta foi aprovada como uma emenda a uma medida em penas não privativas de liberdade, e agora irá se mover em direção a uma votação completa do Senado antes de se tornar lei.

É clara a diferença entre as leis de outros países em relação ao Brasil. Veja bem, na Itália quem plantasse Cannabis poderia ficar até um ano preso, no Brasil seria a pena máxima de 15 anos, como vimos no caso do Ras Geraldinho por exemplo, que pegou uma sentença dura de 14 anos.

Mesmo as leis fora do Brasil já sendo muito mais brandas e justas do que as nossas, esses países ainda vêem motivo de mudança, pois sabem que prender um pai de família ou um trabalhador qualquer por cultivar uma erva é um desperdício de dinheiro e isso degrada a sociedade. Mas mesmo a nossa lei sendo uma das mais atrasadas, devido a falta de renovação da constituição federal, o Brasil não se move um passo adiante, pois quando pensa em votar mudanças no código penal, perde tempo votando mensalão, para depois de condenarem os acusados, decidirem dar mais uma chance a eles. Um tremendo tapa na cara do cidadão de respeito. Onde está o progresso Brasil?

Nenhum comentário:

Postar um comentário