segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Colorado irá financiar serviços públicos com verba da taxação sobre a Cannabis

fortuna da maconha taxadaO estado do Colorado vai se tornar o primeiro estado nos Estados Unidos que fará a tributação da venda de maconha

Até ai você já deve saber, e claro imagina quais benefícios aparecerão por lá a partir dessa iniciativa, mas sabe o que mais querem fazer por lá? Financiar serviços públicos no estado, somente com esse dinheiro.

Sobre a legalização de vendas de maconha, terá uma taxa de 25% colocada sobre a venda desse produto para pagar a construção da escolas públicas e os custos do setor industrial e varejista de maconha.

Brian Vicente, presidente da Campanha Imposto sobre Marijuana, disse à rádio BBC : "Ela tomou o dinheiro das mãos dos cartéis de drogas, mudou-se atrás do balcão ... e depois a receita tributária realmente beneficia o Estado. "

Ele se referia à legalização da maconha, claro. E não é só isso, os Estados Unidos estão passando por uma mudança que já está refletindo bruscamente na sua economia, e isso está fazendo os habitantes do país mudarem rapidamente a opinião que antes tinham sobre a maconha.

medicamento taxado de cannabisDe alguns anos pra cá a moeda Euro veio engolindo o dólar, valorizou muito mais do que a moeda norte-americana e o dólar chegou a valer até R$1,50 e até pouco menos nos períodos mais críticos. Porém agora o dólar está valorizando novamente, e os especialistas apontam isso ao início surpreendente que teve a legalização da maconha medicinal no país, e que agora com a chegada da maconha recreativa legal, mesmo que em apenas dois estados, a moeda vai subir ainda mais.

"O fato é que alguns estados simplesmente deixaram de gastar fortunas por ano com o combate à maconha e de uma hora para outra ao invés de estarem gastando, estavam recebendo fortunas por liberar para uso medicinal. Os estados de Washington e Colorado vão viver a partir de 2014 (quando a legalização entra em vigor) sua nova riqueza. Afinal a troca foi muito bem feita." disse Clarence Wane, economista da cidade de Denver, Colorado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário