sexta-feira, 21 de março de 2014

Enquanto o consumo de maconha aumenta, o de cocaína e metanfetamina diminui nos EUA

maconha é porta de saídaUm aumento no consumo de cannabis durante os anos de 2006-2010 corresponde a um declínio significativo no uso de cocaína e metanfetamina, durante este mesmo período de tempo dos americanos, de acordo com um novo estudo da RAND encomendado pelo Escritório de Política de Controle Nacional de Medicamentos da Casa Branca (ONDCP).

Os pesquisadores estimam que os americanos aumentaram seu consumo de cannabis em cerca de 30 por cento durante os anos de 2006 a 2010. Nesse mesmo momento os autores estimaram que o uso da cocaína e metanfetamina declinou à metade.

Consumo de heroína pelos americanos manteve praticamente estável ao longo da década. De acordo com estatísticas compiladas pelo Abuso de Substâncias nos EUA, cerca de 4,5 milhões de americanos já tentaram a heroína em suas vidas. Em comparação, cerca de 12 milhões de americanos já experimentaram a metanfetamina, 37,5 milhões experimentaram cocaína , e 111 milhões já consumiram cannabis.

Os autores estimaram que os americanos gastaram cerca de um trilhão de dólares na compra de cocaína, heroína, maconha e metanfetaminas entre 2000 e 2010.

Comentando o relatório, o Diretor Adjunto da NORML, Paul Armentano disse: " Estes números desmentem essa noção de que a exposição a maconha é uma suposta ' porta de entrada ' para o uso de outras substâncias ilícitas e , em vez de sugerir que para algumas pessoas, a maconha pode ser um substituto para as chamadas «drogas pesadas» ou mesmo uma droga de saída " .

Os dados da pesquisa publicada em 2013 na revista Addiction Research & Theory, relatou que em uma coorte de consumidores de maconha medicinal , 75 por cento dos indivíduos reconheceram que eles usaram cannabis como um substituto para medicamentos, álcool ou substâncias ilícitas.

Um estudo de 2010 publicado no Harm Reduction Journal informou que os adultos que utilizam maconha matriculados em programas de tratamento de abuso de substâncias têm se saído tão bem ou melhor do que não usuários em várias categorias de resultados, incluindo a conclusão do tratamento.

Esses dias saiu a notícia aqui no Brasil de que o consumo de cocaína aumentou e muito na última década. E infelizmente ainda ouvimos declarações infelizes de gente que tem o acesso a mídia, que no caso uma autoridade declarou que esse resultado foi devido ao fácil acesso que as pessoas têm à maconha. É algo extremamente constrangedor ler e ouvir coisas assim em pleno século XXI, de pessoas "bem instruídas". Afinal, as drogas são combatidas há mais de 70 anos, e o consumo só tem aumentado, e outra coisa, maconha não tem nada a ver com cocaína, exceto o fato de que as vezes ela é vendida pela mesma pessoa, e isso é a escolha que as próprias autoridades fizeram, de deixar esse mercado nas mãos dos traficantes, então a minha ideia é muito clara e lúcida, de que o aumento do uso de cocaína é devido a ignorância dessa gente que controla o poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário