quinta-feira, 13 de março de 2014

Nova enquete descobre que americanos já consideram a maconha menos prejudicial do que o açúcar

maconha ganha popularidadeUma nova pesquisa realizada por dois dos maiores veículos de comunicação dos Estados Unidos, Wall Street Journal e NBC News, divulgada esta manhã descobriu que os americanos acham o tabaco, o álcool e o açúcar mais prejudiciais do que a cannabis. 

"Quando os americanos foram convidados a sua opinião sobre o mais nocivo das quatro substâncias, o tabaco ganhou com (49%) o álcool (24%) ficou em segundo lugar, seguido pelo açúcar (15%) e a maconha ficou em último", diz o Wall Street Journal. "Apenas 8% disseram que consideram a maconha a substância mais prejudicial." 

A pesquisa também descobriu que jovens adultos estão acompanhando as notícias sobre a legalização da cannabis mais do que notícias sobre o  presidente Obama, a Ucrânia ou o casamento do mesmo sexo. 

"A pesquisa descobriu ainda que 57% dos adultos entre os 18 e os 35 anos têm visto, lido ou ouvido um monte de notícias sobre a maconha, em comparação com 44% que estavam bem informados sobre o Obama, 39% sobre o envio de tropas da Rússia para a Ucrânia e 34% sobre os tribunais derrubando a proibição do casamento gay ". 

Estes resultados marcam a primeira vez que uma pesquisa descobriu que os americanos consideram a cannabis menos prejudicial do que o açúcar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário