quarta-feira, 21 de maio de 2014

Além de vender maconha a 1 dólar, Uruguai não cobrará taxas sobre o produto

maconha legalizadaUruguai começará a vender cannabis recreativa para qualquer um com idade a partir de 18 anos, e vai fazr isso de forma inteiramente isenta de impostos, a fim de minar o mercado negro em torno da substância.

De acordo com funcionários do governo, a cannabis deverá custar entre 20 e 22 pesos ($ 0,85 - $ 0,95 dólares) por grama. Ou seja, um valor muito abaixo do praticado pelos traficantes.

Sob a nova lei do Uruguai, um indivíduo pode possuir até 10 gramas de cannabis, embora possam possuir mais se cultivar a sua própria, pois eles vão ser autorizados a cultivar legalmente até seis plantas. Aqueles que não cultivarem o seu próprio fumo serão capazes de comprar cannabis através de farmácias de maconha licenciadas pelo estado. 

Uruguai é o primeiro país do mundo a legalizar a venda e posse da cannabis recreativa. A proposta que, eventualmente, se tornará lei foi introduzida pelo próprio presidente do país, José Mujica, que foi indicado para o Prêmio Nobel da Paz, em fevereiro.

Prêmio Nobel da Paz é pouco para um senhor muito a frente de seu tempo, chamado José Mujica, que assumiu que não fuma maconha, mas via com maus olhos a proibição, que beneficiava claramente o mercado ilegal, que era impossível de ser combatido, pois uma planta nasce em qualquer lugar, e com os traficantes colocando o preço que quisessem, eles ficavam cada vez mais ricos, e assim cada vez mais a polícia tinha problemas em combater. 

Essa jogada foi literalmente de mestre, simplesmente vai tirar o mercado das mãos erradas e assim esperamos que países como o Brasil não se façam de cegos ante os benefícios da legalização, e siga o exemplo do bom velhinho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário