segunda-feira, 5 de maio de 2014

Judiciário do Colorado decide por selagem à antigas condenações por crimes com cannabis

leis de maconha no coloradoUma proposta para permitir que as pessoas com condenações passadas de maconha possam tê-las seladas, - o que significa que elas não apareceriam em antecedentes - foi aprovada com uma votação vencida por 3 a 2 pelo Comitê Judiciário do Senado do Colorado. 

A proposta do Senado, Bill 218, permitiria que qualquer pessoa com uma condenação de cannabis passada que agora é legal nos termos da alteração 64 (a posse de até uma onça) possa tê-la selada a partir de seu registro, mesmo que a condenação tenha ocorrido anos antes do estado votar a favor da legalização da cannabis

A proposta está agora indo para o Comitê de Apropriações do Senado.

Embora a proposta se aplica a quem tem a convicção de que a cannabis é agora legal no Colorado, aqueles com condenações que vão além da nova lei ainda seriam capazes de aplicar para ter seus registros selados mediante a apresentação de uma petição com um promotor público.

Isso se chama revolução. Pois já que a maconha está legalizada, pessoas não podem simplesmente serem mantidas com as "fichas sujas", o que causa inúmeras complicações, como na hora de ser contratado por empresas que peçam os antecedentes criminais do cidadão. Agora, se a lei for aprovada a pessoa teria sua ficha limpa, sem qualquer antecedente, a menos que tenha cometido outros crimes não relacionados à simples posse ou aquisição de maconha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário