sexta-feira, 2 de maio de 2014

Nova lei de maconha do Uruguai será regulamentada semana que vem

vice presidente do UruguaiO vice-presidente do Uruguai, Danilo Astori, esteve no Brasil essa semana, na cidade de São Paulo em um seminário de colaboração comercial entre Brasil e Uruguai.

Ele disse que semana que vem a nova lei de legalização da maconha no país celeste será regulamentada, e então terá um prazo de até mais três semanas para entrar em vigor, e enfim os uruguaios poderem gritar que a maconha é de fato legalizada no país.

Astori falou que só depois que a lei de fato entrar em vigor é que será possível fazer alguma avaliação de impacto social e econômico da maconha, que antes disso qualquer opinião não passa de mera especulação.

O vice-presidente uruguaio ainda ressaltou que o assunto "maconha" está sendo debatido como nunca no mundo inteiro, principalmente a liberação do cultivo, uso e comércio da planta. 

"Temos muita esperança de que seja um impacto positivo. Mas, como é uma experiência inédita, sobre a qual nada conhecemos, temos que esperar." Danilo Astori.

Astori fez questão de esclarecer que essa nova lei não é de forma alguma uma mera liberação de droga, mas sim uma atitude para fechar o cerco e cortar um grande membro de rendimento do narcotráfico, regularizando o consumo e os processos de produção, deixando as pessoas que têm vontade ou precisam usar a droga por questões medicinais tenham acesso à ela sem precisar financiar o crime organizado.

Danilo garantiu ainda que a repressão feita por anos apenas enriqueceu os carteis de drogas, dando o monopólio da produção e comercialização nas mãos de gente que não tem qualquer responsabilidade moral ou tributária, e que a maconha por ser a droga mais consumida do mundo é o principal rendimento desses carteis, que agora não terão mais esse dinheiro, pelo menos no Uruguai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário