sexta-feira, 27 de junho de 2014

Hospital canadense irá permitir o uso de maconha medicinal dentro dos quartos

CanadáEm um movimento muito progressista e compassivo, o Hospital Universitário de Sherbrooke, em Quebec, Canadá, anunciou na semana passada que vai permitir o uso de maconha medicinal nas suas dependências.

Pacientes que desejam consumir maconha medicinal em seus quartos devem ter uma sala privada, deve ser um paciente de maconha medicinal válido, e trazer a sua própria maconha medicinal e vaporizador.

"Por lei, estamos aqui para ajudar a manter e promover a cura dos pacientes. Assim, no processo, se em um ponto a maconha tem que ser usada, devemos estar lá para o paciente ", disse o Dr. Serge Lepage, presidente do Conselho de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos (CMDP) do Hospital Sherbrooke.

De acordo com o hospital, uma revisão das evidências científicas concluíram que a maconha medicinal "pode ​​ser útil no alívio de alguns sintomas como dor, humor deprimido, insônia, bem como náuseas e vômitos decorrentes da quimioterapia ou radioterapia."

Isso é algo que todos os hospitais no Canadá e do mundo deveriam permitir. A maconha é a medicina, cada pessoa sabe escolher o que é melhor para si. Em muitos casos, a maconha medicinal ajuda a aliviar o sofrimento do paciente mais do que farmacêuticos. Eu tiro meu chapéu para os 650 membros do conselho do hospital que aprovaram a mudança de política. A aprovação foi unânime entre os membros do conselho do hospital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário