segunda-feira, 2 de junho de 2014

Vergonhosamente Anvisa adia decisão de liberação de medicamentos à base de CBD

óleo de CBDÀ Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ficou a responsabilidade de decidir sobre o processo de importação de remédios que contenham CBD, o canabidiol.

O CBD é um dos compostos químicos mais especiais contidos na maconha, pois não é psicoativo (não deixa doidão) e contém inúmeras utilidades medicinais, para sintomas e doenças dos mais diversos  tipos.

A decisão sobre as mudanças nas regras de importação era algo muito esperado por muitos brasileiros, pois isso pode ser um pontapé inicial para uma legalização da planta, e mais do que isso, muitos pais aflitos e desesperados estão esperando para poderem tratar seus filhos que sofrem de males degenerativos, como certos tipos raros de epilepsia, e nesses casos eles precisam para ontem!

Mas ficou para quinta-feira da semana passada, mas lamentavelmente a decisão foi adiada por pedido de um dos diretores da comissão colegiada de diretores da Agência. Agora só deve começar a ser falado no final de Julho.

O que causa indignação, é que o diretor fez esse pedido, alegando que precisa estudar para entender o assunto, para que só depois disso ele possa comentar.

Aqui vão minhas palavras para o senhor Diretor. Não brinca! É sério que precisa saber de um assunto antes de conversá-lo, e ainda mais, votar a respeito de algo que pode mudar a vida de um país de dimensões continentais, como o Brasil? Eu imagino que sim, senhor diretor, mas e porque isso não foi feito antes, já que se tinha o conhecimento de que aconteceria essa reunião?

É triste essas coisas acontecerem em pleno século XXI, em ano de eleições. Mas fazer o que né? Precisamos esperar a boa vontade de pessoas que não as têm.

A mudança consistiria em facilitar a importação de medicamentos à base de CBD. Mas isso não é tudo o que queremos. Queremos que possa haver produção nacional, pois muitos não têm condições financeiras de importar os caros medicamentos. E mais do que isso, a planta toda deve ser liberada, e não controlada.

2 comentários:

  1. É pq esse diretor ñ tem filhos doentes precisando deste medicamento então pra ele tanto faz !
    foi uma decisão ridicula deste diretor e digna de uma pessoa muito preconceituosa !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Adalto. Obrigado pela participação. Isso é verdade, pois as pessoas só enxergam necessidade quando passam pelo problema. Mas o que mais me revoltou foi o fato dele alegar que precisaria estudar o assunto antes de votar, como se ele não soubesse que para votar qualquer coisa é necessário estudo. Isso mostra claramente o despreparo das pessoas que ocupam cargos importantes no Brasil, cargos que tomam decisões que afetam diretamente a vida de uma população inteira.

      Excluir