segunda-feira, 28 de julho de 2014

Maconha medicinal se prova mais eficaz do que remédios farmacêuticos contra fibrolmialgia

cannabis medicinalPara os cerca de cinco milhões de norte-americanos que sofrem de fibromialgia (FM), uma condição de dor crônica de etiologia desconhecida, dor, fadiga e depressão são muitas vezes os sintomas. Embora a entidade dos EUA Food and Drug Administration tenha aprovado um pequeno número de medicamentos para tratar os sintomas da FM, muitos pacientes relatam que essas pílulas oferecem pouco alívio. Por outro lado, cada vez mais pacientes com FM estão encontrando alívio eficaz na cannabis medicinal

Assim dizem os resultados de uma recente pesquisa online com mais de 1.300 pacientes realizada pela Fundação Nacional de Dor e pela National Pain Report. Entre os pesquisados​​, 379 indivíduos disseram que tinham consumido cannabis terapêutica. Sessenta e dois por cento classificaram a substância como "muito eficaz" para o tratamento da condição.

Em comparação, entre os pacientes com FM que tinham usado Cymbalta (Duloxina), apenas oito por cento classificaram a droga como "muito eficaz", e 60 por cento disseram que se "não funciona em todos." Entre aqueles que tinham usado Lyrica (pregabalina), dez por cento disseram que a droga era "muito eficaz", contra 61 por cento que não relataram alívio. Entre aqueles que tinham usado Savella (Milnacipran), dez por cento classificaram a droga como eficaz, e 68 por cento disseram que era ineficaz. 

Comentando os resultados da pesquisa, Dr. Mark Ware - professor associado de medicina de família e anestesia da Universidade McGill, em Montreal no Canadá - disse no Relatório Nacional de Dor, "Precisamos desesperadamente de alguém para intensificar e explorar este potencial da eficácia da cannabis."

Ware, cuja pesquisa clínica própria demonstrou eficácia da maconha inalada em indivíduos com dor refratária difícil de tratar, acrescentou: "A lógica científica está lá. Existem alguns estudos iniciais, preliminares de prova de conceitos clínicos que demonstram que a cannabis pode ser eficaz. Agora, o seu estudo acrescenta peso adicional que os pacientes estão relatando que a cannabis pode ser melhor do que as terapias existentes. Eu acho que isso realmente deve proporcionar incentivos para que os pesquisadores tenham um olhar emprenhado em ensaios clínicos para realmente explorar isso com muito mais detalhes."

Nenhum comentário:

Postar um comentário