terça-feira, 29 de julho de 2014

Senadores do Chile querem legalizar a maconha

ChileEsta semana, a presidente do Senado chileno, Isabelle Allende Bussi, apresentou uma moção para mudar as leis de maconha do Chile para permitir a posse pessoal, o cultivo e o uso de maconha. Outros senadores chilenos que apoiam o movimento são Fulvio Rossi, Alfonso de Urresti, Carlos Montes, e Juan Palbo Letelier. 

Os senadores no Chile estão entre um grupo crescente de legisladores em todo o mundo que querem acabar com as políticas de proibição da maconha já fracassadas ​​e dar uma nova abordagem para a legislação sobre a maconha.

Senador Allende disse que foi fundamental avançar sobre um assunto que respeita os direitos humanos fundamentais de liberdade individual. 

O senador disse: "É importante legislar sobre esta matéria e em relação aos direitos fundamentais, devemos pegar e até ser a sociedade moderna e inclusiva." 

Se aprovada, a proposta chilena legalizaria até três plantas para uso pessoal. As plantas teriam que ser registradas juntas ao Departamento de Agricultura do Chile. As vendas de maconha ainda seriam proibidas. Traficantes em grande escala e os produtores ainda seriam investigados e processados​​. Espero que mais países sigam essa reforma, e juntem-se o Uruguai, que legalizaram a maconha no final do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário