segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Maconha foi erradamente culpada por morte de piloto da NASCAR

maconha NASCARUma coisa muito trágica aconteceu na NASCAR recentemente, quando o piloto Kevin Ward Jr. foi morto depois de ser atingido por um carro dirigido por um outro piloto, Tony Stewart. Os fatos são que Kevin Ward Jr. saiu de seu carro no meio de uma corrida para discutir com Tony Stewart por conta de uma manobra, e o carro de Tony Stewart atingiu Kevin Ward Jr., que acabou não resistindo e morrendo momentos depois. Após uma investigação ser conduzida, um júri decidiu não apresentar acusações contra Tony Stewart. A grande mídia, e o procurador do distrito supervisionaram a investigação, e vergonhosamente usaram a tragédia como uma oportunidade para culpar a maconha.  

Relatórios toxicológicos revelaram que Kevin Ward Jr., estava sob a influência de maconha na noite em que foi atingido e morto por um carro de sprint dirigido por Tony Stewart, disse o promotor Michael Tantillo de N.Y, nesta quarta-feira. 

Em uma entrevista coletiva para anunciar que um grande júri recusou-se a indiciar Stewart pela morte de Ward, Tantillo disse que o nível de maconha no sistema de Ward era alto o suficiente para prejudicar o julgamento. 

O nível exato de maconha apurado em Ward não é conhecido, e pode nunca ser divulgado. Mas, independentemente disso, eu acho que é seguro dizer que a maconha não era a culpada por essa tragédia. Tenho consumido um monte de maconha no meu tempo nesta Terra, e foram muitas e muitas vezes que fiquei chapado. No entanto, nunca pulei na frente de um carro em movimento a mais de 180 Km/h de uma forma agressiva. Segundo relatos, Tony Stewart acelerou seu motor, enquanto outros carros estavam quebrando. Mas ele é o culpado? Claro que não, porque o Sr. Ward tinha maconha em seu sistema, e apesar de nenhuma prova de que há maconha, a maconha é a culpada. O que torna um cenário triste, triste em tantos sentidos. Meus sentimentos para a família de Kevin Ward Jr., que tem que lidar com o fato de que a morte de um membro da família está sendo tratada
como sendo sua própria culpa por consumir maconha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário